Projeto: Estudo de Interconexão de Aquífero


A AMBRATEC executou no empreendimento de um posto revendedor de combustíveis um ensaio hidrodinâmico através de bombeamento (do poço tubular) a vazão constante realizado mediante ensaio de bombeamento à vazão constante com duração ininterrupta de 540 minutos (9 horas) no poço tubular profundo, tendo como poços de observação e monitoramento hidroquímico, os cinco poços rasos, procedendo-se medidas sistemáticas de rebaixamento e de recuperação dos níveis d’água subterrânea, para avaliação da interferência entre os poços (profundo e rasos) e avaliação da magnitude do cone de depleção no domínio do aquífero raso, de comportamento livre, influenciado pelo bombeamento, além de terem sido efetuadas análises de amostras hidroquímicas convencionais (metais e BTEX) coletadas imediatamente antes e após o ensaio de bombeamento, seja no poço bombeado, seja nos cinco poços de monitoramento.

Neste ensaio, identificaram-se nos poços-piezômetros observados (adjacentes ao poço bombeado) ausência de rebaixamento devido à influencia do cone de depleção gerado pelo poço de bombeamento.

Com base nos resultados dos estudos hidrodinâmicos e hidroquímicos aqui conduzidos para avaliação da interconexão hidráulica entre o aquífero freático raso contaminado por hidrocarbonetos e o aquífero fissural subjacente, na área do empreendimento, com enfoque no impacto sobre a qualidade da água atualmente explotada do aquífero fissural, concluísse que os ensaios hidrodinâmicos, em função dos resultados embasados nos dados obtidos nos demais poços de observação empregados, cumpriram o seu objetivo, possibilitando diagnosticar as condições hidrodinâmicas de interferência e interconexão hidráulica entre os dois sistemas aquíferos, poroso e fissural.